Voltar para listagem
Autor(a):

Data do Post
20/03/2019
/Papo médico

Câncer pode voltar?

 

mulher trabalhando em laboratório

Um novo teste produzido na Universidade de Cambridge, em Londres é capaz de ajudar médicos a descobrir se um paciente pode voltar a ter câncer em até 20 anos. Esse passo é um grande avanço da medicina personalizada, além de ajudar na vida de milhares de pessoas.

O estudo mostra que a forma como o câncer de um paciente progredirá pode ser determinada pela criação de categorias de marcadores moleculares em tumores de mama, que são sequencias de DNA que ajudam no estudo populacional, mapeamento genético e analises sobre cada pessoa. Eles dividiram esses subtipos em 11.

Acompanhando cerca de 2 mil mulheres com mais de 20 anos, a equipe que tem ajuda financeira da instituição de caridade “Cancer Research”, descobriu que quando a mulher tinha um câncer muito agressivo no inicio, dificilmente teriam chances de algum tumor retornar após 5 anos.

Já nas mulheres que o câncer era tratável logo de inicio, as chances aumentavam para o retorno de um tumor em 20 anos, podendo ser também, incurável dessa vez.

Ou seja, eles mostraram que, a natureza da molécula do câncer de mama pode dizer como (e se) essa doença irá progredir em um determinado paciente. Oscar Rueda, principal autor do estudo, espera que essa técnica possa ser implantada como teste para os médicos ajudarem seus pacientes de forma mais fácil com recomendações de tratamento, se descoberto logo.

Esse tipo de estudo, além de inovador, é uma melhoria muito grande na medicina oncológica. Aproximadamente 12.300 mulheres no Reino Unido podem estar nessa categoria de recidivas e com essa ajuda, logo poderão tratar.

Fonte: https://glo.bo/2FvigMH