Voltar para listagem
Autor(a):

Data do Post
28/05/2018
/Papo médico

Pesquisa sobre câncer de mama metastático

Com iniciativa da Pfizer, foi realizada uma pesquisa com pacientes e familiares em relação com câncer de mama metastático. O objetivo era avaliar todo o contexto que envolve o diagnóstico do câncer avançado, incluindo a vida profissional, em família, sexualidade e motivações. Foram realizadas entrevistas com pacientes e familiares do Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Fortaleza, Curitiba e Porto Alegre.

Sobre o diagnóstico

Na visão das pacientes, o sentimento predominante no momento do diagnóstico foi o medo. Já em relação aos familiares, foi a tristeza. Os sentimentos mais citados na pesquisa foram tristeza, medo e insegurança. Os familiares que mais apoiam as pacientes são os parceiros (as) e filhos.

A família, além de dar apoio, também é uma fonte de motivação, 92% das pacientes afirmaram que querem controlar o câncer para pode continuar cuidando das suas famílias.

dados da pesquisa da Pfizer

Transformação

Um diagnóstico de câncer em estágio avançado traz muitas transformações nas vidas de todas as pessoas envolvidas. Segundo as pacientes, a principal mudança negativa é ter que deixar de trabalhar e não poder viajar, com frequência, com suas famílias. Já a mudança positiva mais citada foi a melhoria da alimentação.

Relevância

Essa pesquisa tem grande relevância pois, no passado, as perspectivas e terapias eram muito limitadas para pacientes metastáticas. No entanto, vem surgindo novos tratamentos que trazem maiores chances de controle do câncer e de sobrevida ao longo prazo. Isso possibilita o aumento da qualidade de vida das pacientes, que elas possam viver mais e melhor junto as suas famílias.

 

Fonte: Pfizer